mod_eprivacy

You have allowed cookies to be placed on your computer. This decision can be reversed.

Dia do Exército é comemorado na Itália

 (Itália) – O Dia do Exército também foi festejado em outras nações com representações diplomáticas brasileiras. Na Itália, a data foi lembrada em uma solenidade na Embaixada do Brasil, em Roma, no dia 20 de abril, com presenças de diversas autoridades civis e militares. A celebração ganhou um contorno especial por ter ocorrido em meio à semana de comemoração da libertação italiana do jugo nazifascista durante a Segunda Guerra Mundial (com ápice todo dia 25 de abril), que contou com efetiva participação da Força Expedicionária Brasileira (FEB) nos anos de 1944 e 1945.

 O Embaixador brasileiro na Itália, Antonio de Aguiar Patriota, presidiu a solenidade. Representando o Comandante do Exército, esteve presente o Comandante Militar do Sudeste, General de Exército João Camilo Pires de Campos. Também se fizeram presentes autoridades como o Ministro do Turismo, Vinícius Lummertz; o Chefe do V Departamento de Negócios Gerais do Estado-Maior do Exército Italiano, General de Exército Giuseppe Nicola Tota; além de oficiais Adidos Militares de diversos países.

 O Coronel Ricardo Augusto do Amaral Peixoto, Adido do Exército Brasileiro na Itália, fez leitura de texto alusivo à data e salientou a importância da celebração em terras italianas. “Comemorar o Dia do Exército na mesma semana em que se comemora a liberação da Itália reforça as conexões históricas entre os dois países, uma vez que a FEB foi um dos vetores que contribuíram para essa libertação. A participação brasileira marcou profundamente a população das regiões da Toscana e da Emilia-Romagna”.

 

A ocasião também registrou a entrega da Medalha da Ordem do Mérito Militar, da Medalha Mascarenhas de Moraes, bem como da Medalha do Exército Brasileiro. Esta última foi concedida ao Senhor Romano Levoni, italiano que, ainda adolescente, atuou na Segunda Guerra Mundial como Partigiano, integrante da resistência civil armada aos regimes totalitários combatidos pela FEB. “É uma honra muito grande receber uma homenagem de um país como o Brasil, que, integrado ao Quinto Exército de Campanha, lutou pela liberação da Itália em 1944 e 1945”.

 

  

 

Idioma

Topo
JSN Boot template designed by JoomlaShine.com